A três Vozes - corpo verticalmente vertido

Salomé Paiva
4 - 25 Mai 2019


Design de Marta Gaspar

Exposição de desenho que parte de poemas eróticos de Maria Teresa Horta (MTH). Os poemas são escolhidos pela artista e por pessoas que gostam e se relacionam com a obra erótica da poetisa.

A exposição é acompanhada por um livro de autor, com os poemas selecionados e o desenho correspondente ao poema.

O projecto pretende cruzar a literatura com as artes, enriquecendo e ampliando a obra da escritora numa outra abordagem artística. MTH afirma-se na escrita livre, sem preconceito. Sendo pioneira no escrever através de si, do seu corpo. É neste traço que Salomé Paiva pretende abordar o corpo erótico através do desenho.

No dia 25 de Maio, como proposta de finissage da exposição decorrerão no espaço Ascensor, uma sessão de Canto/Poesia: Observação Cantada” com a artista Maja Escher (residente da Goela). Convite aberto a um momento de improvisação e exploração vocal no espaço da exposição. Tendo como ponto de partida a relação pessoal que cada um se estabelece com as obras.

E uma performance de dança “Hóspedes” por Catarina Rodrigues, performance que atravessa paisagens líquidas e aéreas, mesquinhas e dóceis, amplas e cavernosas de dois corpos que reagem ao que os violenta e reprime na esfera do real.

A exposição vem no seguimento da submissão do projecto no Congresso Internacional sobre a Obra de Maria Teresa Horta a ser realizado em Maio de 2019 : (“Maria Teresa Horta e a Literatura Contemporânea: De Espelho Inicial (1960) a Estranhezas (2018)”). 








Ascensor - Associação Goela

R. dos Baldaques 47, 1900-211 Lisboa

+351 21 595 0093
associacao.goela@gmail.com

Quartas, quintas e sextas-feiras das 17h às 20h

http://associacaogoela.blogspot.com/
https://www.instagram.com/associacaogoela/


Ascensor

O Ascensor é um projecto expositivo da Associação Goela, organizado por Diogo Pinto e Daniel Antunes Pinheiro. Surge da vontade de preencher não só uma sala vazia na cave da sede mas também de um vazio cultural presente na atual paisagem institucional lisboeta. Situando-se precisamente no final do poço do elevador do edíficio que a sobrepõe, é uma programação colaborativa focada num repensar das altitudes hierárquicas da atenção e celebração pública, procurando no contraste cronológico uma certa atemporalidade que demonstre a maleabilidade da, por vezes, desatenção histórica. 
Associação Goela

A Goela é uma associação cultural fundada em Outubro de 2013 em Santa Apolónia. Tem como principal motivação apoiar os diversos artistas que nela residem, fomentando multiplicidades do trabalho artístico e coletivo.
Tem desenvolvido algumas parcerias com outras instituições com foco nas áreas do desenho, da escultura, da fotografia e da arte sonora.